A tecnologia vai substituir a inteligência humana na Comunicação?

15 jun 2018
blog
Inteligência artificial, internet das coisas, marketing digital, realidade aumentada, carro autônomo, Analytics, experiência do usuário (ou UX) são algumas expressões cada vez mais recorrentes nos dias atuais. A partir destas e outras inovações do mundo contemporâneo, não apenas as relações humanas, mas também as empresariais, têm mudado de forma profunda e rápida. Especialmente na relação entre marcas e consumidores, o debate dos comunicadores passa por alguns pontos essenciais: Novas oportunidades surgirão? É possível acompanhar os avanços diários? Estratégias devem ser mudadas imediatamente? E o mais temido entre os profissionais: a tecnologia vai substituir a atuação humana em um futuro de médio e longo prazo? Em linhas gerais, no mercado de Comunicação, todos os avanços têm sido vistos como oportunidade. Paralelamente há, claro, uma série de desafios em encontrar o melhor canal (e formato) para transmitir as diversas mensagens, de forma mais efetiva. Mas o que não é o mundo dos negócios se não desafios? Em artigo recente, a Forbes tratou a…

Impactar um público quando ele está disposto a isso

15 maio 2018
blog
Qual a razão para que a comunicação seja tão importante no planejamento, divulgação, cobertura e avaliação de um evento? As pessoas - sejam médicos, assistentes sociais, executivos de vendas ou qualquer outro perfil interessado - estão em um evento científico, de relacionamento ou até gastronômico dispostas a serem impactadas. Estão dispostas a receber, se atualizar e trocar informações sobre técnicas, conhecer os lançamentos, promoções ou mesmo a venda de produtos e serviços. É comunicação pura. E é a ideia básica por trás da comunicação em eventos. Fazendo um exercício comparativo na área da saúde, por exemplo, existem 53 especialidades médicas reconhecidas pela Associação Médica Brasileira (AMB). Isso sem contar tantas outras áreas de atuação ou associações que congregam médicos, profissionais da cadeia multidisciplinar e até de pacientes. Se cada uma delas fizer, pelo menos, dois eventos científicos por ano, teremos mais de 100 congressos, que precisam em primeiro lugar de....participantes! Para que haja participantes é preciso? Divulgar o evento! É…

Rede social torna o indivíduo uma figura pública?

16 abr 2018
blog
Você não pode falar o que pensa em qualquer lugar. Parece uma constatação muito dura? É apenas a realidade. Para nós, que trabalhamos com comunicação, sabemos o quanto um comentário mal colocado, uma declaração controversa, ou uma foto fora de contexto pode ferir profundamente a credibilidade de um profissional ou a imagem de uma empresa ou associação. É muito difícil separar a imagem pessoal de um indivíduo de sua imagem profissional, e uma opinião emitida em âmbito privado pode tomar proporções inimagináveis e prejudicar o exercício profissional de maneira que pode ser até irreversível. O conteúdo postado na internet é público, nunca vai desaparecer e pode ser facilmente tirado do contexto. Por isso mais do que transmitir a verdade ou ser justo, o que importa é como sua informação é compreendida por quem a ouve ou lê. As pessoas que você segue nas redes sociais, as fotos que você posta, as frases que são compartilhadas no seu perfil, tudo isso…